Um Quê de Negritude marca presença no Projeto Ilé-Iwé

Cultura negra nas escolas foi o tema tratado no bate-papo promovido pelo Projeto Ilé-Iwé da Secretaria Municipal de Educação de Aracaju (SEMED), nesta sexta-feira, 27, que contou com a participação da idealizadora do projeto Um Quê de Negritude: Clélia Ferreira Ramos e vários professores da rede pública como: Andson Clio, Mirelle Almeida, João Mouzart, Anderson Passos, Lucas Wendell e diversos outros nomes.


Na ocasião, a idealizadora contou um pouco do histórico do projeto, as dificuldades enfrentadas e o quanto toda a equipe carrega a resistência em todas as adversidades enfrentadas.

O evento contou com trocas de experiências dos professores, ressaltando e afirmando a necessidade de mecanismo que promovam a cultura negra dentro do âmbito escolar.


#umquedenegritude #culturaafro #uqn #seducse #semed #ileiwe





0 comentário